Conectados pela Graça.

Grandes amigos quase sempre estão perto de nós, da nossa família e dentro da nossa casa.

Talvez por isso, a cidade de Carfanaum seja tantas vezes citada nas caminhadas de Jesus, Pedro pertencia a essa cidade, tinha uma casa por lá , onde certamente o seu mestre se hospedava e desfrutava do convívio da família e intimidade do amigo.

Mas como a maioria de nós, Pedro também precisava viver uma experiência pessoal com seu amigo Jesus. Não que ele não conhecesse o caráter do Mestre, o poder  e a misericórdia de seu amigo, mas até então Pedro havia visto a manifestação da Graça de forma periférica…Jesus multiplicando Paes e peixes, Jesus curando, Jesus aparecendo aos discípulos após a morte ,Jesus soprando sobre todos os discípulos e os enchendo com seu espírito…

Mas a manifestação coletiva ou na vida de outras pessoas falavam sobre quem Jesus era, mas até aquele momento não tinha uma dimensão pessoal para Pedro.

Nós não somos diferentes, conhecemos o caráter dos nossos amigos, daqueles com quem rimos juntos, saímos, viajamos e estão conosco ao longo da vida , mas até que a necessidade pessoal se manifeste não temos a certeza daquela amizade, daquele relacionamento…

Na relação de Pedro e Jesus, ainda havia um agravante…Pedro o havia negado no momento mais difícil da vida do seu amigo…Era portanto natural, que Pedro  não se achasse digno do cuidado do Mestre no momento da própria dificuldade. Mas quando Pedro após pescar a noite inteira não havendo encontrado nenhum peixe, reencontra Jesus, o seu amigo e mestre não apenas se manifesta de forma pessoal na vida de Pedro lhe dando uma direção, provendo e cuidando. Jesus cura o coração do amigo …

Apesar da sua atitude anterior, Pedro não deixou de ser alcançado pela graça!

Pedro precisava viver aquela experiência pessoal de amor, perdão, suprimento, cuidado, misericórdia e Graça, para que ao ser questionado três vezes sobre o amor dele por Jesus, o mesmo Pedro que o havia negado três vezes pudesse curar a ferida dessa lembrança afirmando o seu amor.

 Pedro embora perdoado por Jesus , precisava perdoar a si mesmo e conhecer a dimensão do amor de Jesus por ele por meio da Graça.Havia uma relação,mas os fios estavam soltos…Ele precisava ser conectado pela Graça.

Após a cura do seu coração e a experiência pessoal com Cristo, Pedro finalmente entendeu que após conhecer Jesus, nada mais seria na força do seu braço… Ainda que ele conhecesse o mar de Tiberíades como a palma de sua mão, sem Jesus o seu conhecimento não tinha qualquer valor.

Depois de perguntar por três vezes se Pedro o amava ao final de cada resposta, Jesus lhe deu a mesma tarefa, uma missão: Apascenta as minhas ovelhas.

Observem que essa tarefa só foi dada de forma individual depois que Pedro teve uma experiência pessoal com Jesus, por que ate então ele havia sido testemunha da manifestação de Jesus de forma coletiva ou na vida de outras pessoas, mas na área em que tinha conhecimento e podia cuidar da própria provisão, ele ainda não havia sido frustrado, na pescaria, onde era auto-suficiente ele precisava viver a suficiência e dependência de Cristo.

Estar na igreja, na missão ou em qualquer outro lugar e achar que o nosso conhecimento e relacionamento com Cristo nos habilita para obra, é um grande engano…

A mulher samaritana não precisou de mais do que dois minutos para após uma experiência pessoal  anunciar o evangelho com verdade, Pedro desfrutou de três anos o lado do Mestre e amigo em sua própria casa, mas ainda assim, só após conhecer suficiência em Cristo, a dependência de Cristo, o perdão e amor de Cristo e a Graça de forma pessoal  recebeu uma tarefa específica , uma missão para realizar.

Talvez por ter passado por tudo isso, em Atos 12, na perseguição de Herodes ,após a morte de Tiago no fio da espada,ele foi preso e permaneceu tranqüilo…Quando o anjo chegou para libertá-lo:

Pedro, dormia!

Que a Graça do Senhor, nos alcance de forma pessoal, para que nas provações, possamos descansar Nele.

Andréa R.  26 de  Fevereiro de 2012


Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s