Excesso de bagagem!

Havia um jovem e veja bem, nao é comum a bíblia fazer esse tipo de referência…

Fala–se de homens e de mulheres, fala-se de onde essas pessoas vinham, de onde estavam, de quem eram filhos, das suas posiçoes sociais…

Mas fala-se pouco de suas idades, portanto a ênfase que é dada ao  jovem, nao deve passar batido.Talvez por que as escolhas que fazemos, quase sempre a fazemos ainda jovens e elas sao determinantes para o nosso futuro.

A nossa escala de valores já esta totalmente estabelecida em nós, ja em nossa juventude…Valores nao sao coisas de  pessoas com mais de 30 anos! Eles fazem parte de nós toda uma vida, eles sao construidos, estabelecidos e vivemos a partir deles.

O jovem rico de Mc 10:17 a 22, era alguem que pode ser seu vizinho, colega de faculdade, pode ser eu , ou mesmo voce… Alguem que se ajoelha diante de Deus, que observa os princípios da palavra e que até vive esses princípios.

Reconhecemos o senhorio de Cristo em nossas vidas,queremos segui-lo, queremos viver e ate pregar o evangelho. Desde que….nao toque em nossas posses.

No contexto em que vivo, como missionários, ja deixamos tudo, renunciamos e temos pouca ou quase nenhuma posse, mas nem por isso somos diferentes daquele jovem.

Se nao temos mais amor ao dinheiro ou as coisas, que terminam sempre ficando no caminho, temos amor a habitos, posturas e sentimentos que resistimos a abandonar.

A cada dia descobrimos que a nossa mala ainda esta pesada, que ao partir precisamos renunciar coisas ou pagaremos caro no caminho..Excesso de bagagem atrapalha, nos impede a livre locomoçao que precisamos ter para estar em tantos lugares quanto precisamos estar, livres de coisas que nos embaraçam.

O orgulho, a reputaçao, o amor a privacidade…Meu Deus quando olho pra essa bagagem vejo o quanto que ela me tira da mobilidade que preciso ter!

E tudo isso vem maquiado em nosso dia a dia , travestido em tantas coisas que acabamos dando legitimidade a quase tudo. Transformamos os privilegios  ,que por vezes sao concedidos mediante a graça, em direitos adquiridos e inalienaveis!

Nos justificamos, por que a natureza Adamica gerou uma jurisprudencia em nós que para tudo temos argumento.

Mas a verdade é que quando apresentamos os nossos argumentos a Cristo , Ele nos faz um convite e temos dificuldade em aceita-lo , por que descobrimos em nós excessos de bagagem que nos impedem de simplesmente segui-lo…

A nossa mente absorve tantas informaçoes, que tambem ela por vezes carrega excesso de bagagem.

Avaliamos o outro pelo conteúdo e nao pela essencia…E quanto perdemos de relacionamento e crescimento com isso!

Na modernidade , até as nossas bolsas sao maiores! Precisamos sempre de tantas coisas! O nosso Hd nao pára de crescer!

E poe terabyte nisso!

Quanto mais nos apegamos as bagagens adquiridas , mas temos dificuldade em receber e processar o novo…

É fantastico ver o resultado de algumas açoes e propostas feitas, quando aplico um discipulado em uma turma eclética, ou prego em lugares onde o indice de analfabetismo é grande .

A postura crítica e superior de alguns sao os maiores empecilhos para serem trabalhados por Deus…E por favor, nao me entendam mal!

O pensamento crítico é bem vindo, ele parte do principio da analise do que ouço com o que tenho e faz uma ponte perfeita para absorçao do conteudo.

Mas a postura crítica distancia tudo de todos, inclusive de Deus…A postura crítica do nadadissoénovidadepramim olha sempre para o outro e tem uma tremenda dificuldade em fazer a ponte entre o que ouve e sí mesmo.

Em contrapartida, aquele que tem pouca bagagem, sempre acha que pode levar mais alguma coisa…Ele é leve, disposto, simples, livre e nada o prende . O espirito sopra e ele pode ir ao sabor do vento, na direçao do vento, da correnteza…Nada o amarra!

O pensamento grego fez um grande estrago a humanidade, como se ja nao bastasse termos uma natureza caida, separamos a mente do coraçao e esse coraçao que é duro, nao é convencido pela mente que pensa…

Deixar no altar a nossa bagagem e seguir a Cristo,exige joelho no chao e reconhecimento de que nao somos capazes de deixar o excesso de bagagem na estrada…

Precisamos declarar os valores na alfandega de Deus, nomear os bens que insistimos em carregar e pedir a Cristo que carregue o nosso fardo, para que entao sejamos leves e possamos segui-lo.

O jovem rico era dono de muitas propriedades…A origem da palavra fala de algo proprio de, privado,pertencente a ,pessoal…

Oramos, louvamos na igreja e dizemos que queremos mais dele e menos de nós mesmos, mas quando se trata de abrir mao de …Empacamos!

Descobrimos que queremos mais de nós e menos Dele…E que dor nos dá reconhecer isso!

Somos todos refens de valores e escolhas que construímos ainda muito jovens, e se quisermos viver segundo os valores do reino de Deus , que nao é fisico, mas espiritual, precisamos converter o nosso coraçao, pois a nossa mente, sabiamente conhece o caminho .

Aonde está o teu tesouro, ai está o seu coraçao… Que as nossas bagagens, nao nos impeçam de seguir a Cristo!

Andréa Rebouças- Curitiba


Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s